Um livro para cada etapa de leitura

Artigos Recentes

Incentive o hábito da leitura nas crianças, comemore o Dia Nacional do Livro Infantil presenteando-as com livros

Por Juliana Borga

No dia 18 de abril comemoramos o Dia Nacional do Livro Infantil. A data foi escolhida para homenagear Monteiro Lobato, escritor pioneiro, no Brasil, na produção literária voltada às crianças. Ele nasceu neste mesmo dia e mês, no ano de 1882.

Depois de ler a matéria Criando leitores e aprender sobre as etapas de compreensão de leitura, que tal fortalecer o vínculo entre pais, filhos e livros, o chamado “triângulo amoroso na primeira infância”, segundo a escritora Yolanda Reyes?

Confira, a seguir, algumas sugestões de livros da Paulinas Editora, de acordo com a faixa etária e fase de desenvolvimento de leitura das crianças.

Bebê-leitor

Arquivo Paulinas

Quem pegou o pão da casa do João?, de Bia Villela

Uma brincadeira popular que faz a criança relacionar seus parentes (mamãe, papai, vovô, titia etc.) enquanto mergulha na proposta visual e aprende sobre um comportamento muito feio, comum até entre adultos: acusar alguém sem ter certeza. Leitura fácil e divertida, mas cuidado! Ao terminar, prepare-se para ouvir aquele sonoro: “de novo!”.

Pré-leitor

Arquivo Paulinas

Hora de brincar, de Anna Claudia Ramos

Os personagens da Turma da Vila estão presentes em quatro diferentes títulos da autora. Neste livro, eles brincam quando voltam da escola e os bichos sempre participam da brincadeira também. Veja abaixo o vídeo da autora e embarque no universo dessa turma divertida. A obra aborda temas como convivência, brincadeiras, família e animais de estimação.

Leitor iniciante

Arquivo Paulinas

Lino, de André Neves

Lino é muito amigo da Lua. Eles se conheceram na fábrica de brinquedos. Até que certo dia, Lua desaparece e ele descobre uma tristeza que só será amenizada com as brincadeiras de sua nova amiga, a Estrela. Um conto que fala de amizade, separação, tristeza, esperança e felicidade, com o toque poético e inspirador do autor pernambucano.

Leitor autônomo 

A menina que contava, de Fábio Monteiro

Arquivo Paulinas

Alga enxergava número nas coisas, sabia calcular sem usar os dedos. Perdia nas competições de classe só para calcular de novo e manter os amigos. Até que, aos vinte anos, encontrou um rapaz que também contava. Só que ele contava histórias. Um conto que trata de temas como inteligência, amor, amizade, curiosidade, e multiplica o interesse do leitor por outras histórias.

Juliana Borga é jornalista, três vezes vencedora do Prêmio Dom Hélder Câmara de Imprensa. É mãe coruja da Helena e adora escrever sobre temas que colaboram para um mundo mais humano e solidário. Também é fã de livros infantojuvenis. Instagram:@juborgajornalista

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

error: Ação desabilitada