Correr ao encontro do Ressuscitado!

Artigos Recentes

Domingo da Páscoa na Ressurreição do Senhor

Evangelho: João 20,1-9

Por Pe. Guilherme Schmidt

Amadas famílias! Feliz e abençoada Páscoa do Cristo Ressuscitado em nossos lares! Ao acolhermos a Palavra de Deus, deixemo-nos ser tocados pela força da ressurreição do Senhor, que vem trazer luz, paz e vida nova aos nossos corações!

Ao longo do tempo da Quaresma, fizemos uma caminhada para dentro do mistério da paixão, morte e ressurreição de Jesus, meditando sobre as horas finais de sua vida terrena e todo cuidado que teve na orientação de seus discípulos amados, encorajando-os a não desanimar diante da cruz e os motivando a permanecer firmes na fé.

A Quaresma também foi uma caminhada para dentro de nós mesmos, um tempo para olharmos nosso interior e nos deixar alcançar pela misericórdia de Deus. Neste tempo também refletimos sobre as dores e as cruzes da nossa vida em família, com um apelo constante à verdadeira conversão, que é a vivência do amor.

Hoje, queremos nos alegrar e sentir o gosto da ressurreição! O evangelho nos apresenta três testemunhas da vitória sobre a morte: Maria Madalena, que vai ao sepulcro de madrugada e o encontra sem a pedra; Pedro e o discípulo amado, que correm e confirmam não estar lá o corpo de Jesus. Restam os panos no sepulcro vazio.

Corramos ao encontro de Jesus Ressuscitado e deixemos reviver em nós a graça de ser família!

O amor que nos impulsiona

Pexels/August de Richelieu

Maria Madalena, Pedro e o discípulo amado. O amor os impulsiona a sair de madrugada e a correr, enfrentando os riscos para encontrar o seu Senhor, ainda que possa estar morto.

Nossas famílias enfrentam diariamente inúmeros desafios e todos fazemos algum tipo de esforço para manter aquilo que é o bem mais precioso, a família. 

Tantos são os pais e mães que precisam da coragem de Maria Madalena para sair de madrugada e enfrentar horas até chegar ao trabalho. Tantos pais e mães encontram essa bravura, virando madrugadas à beira da cama de um filho que está doente, ou filhos que passam a madrugada cuidando dos pais idosos em suas enfermidades! Quantas madrugadas em claro esperando os filhos voltar da “balada”, com o coração aflito, até ouvir o barulho da porta! 

Como Pedro e o outro discípulo, estamos sempre correndo para suprir as necessidades daqueles que amamos, e isso acontece nas coisas mais simples do cotidiano. É o café da manhã ou o almoço que precisa estar pronto para que alguém não perca o horário. São as roupas passadas com carinho. É a casa que está sempre limpa, para o bem-estar de todos. A carona que se oferece para que alguém não se atrase. O remédio que um se dispõe a buscar para que o outro fique em casa confortável. Correrias da vida em família que mostram a mesma resposta: é o amor que nos impulsiona a cuidar uns dos outros.

Que possamos crescer nestes pequenos e significativos gestos de amor e valorizar aqueles que correm por nós, todos os dias, de alguma forma! 

Família de discípulos amados

É notável quando o evangelho cita: “o outro discípulo, aquele que Jesus amava”. O discípulo amado não é alguém preferido exclusivamente. Vamos pensá-lo como um discípulo teológico que carrega em si uma grande simbologia. Ele é o modelo de discípulo que Jesus espera de todos nós. Na imagem do discípulo amado está o convite para que todos tenhamos a mesma pressa em encontrar Jesus e moldar a nossa vida aos ensinamentos de Cristo.

Nesta Páscoa, somos chamados a viver em família como discípulos amados do Senhor, como pessoas repletas da luz do Ressuscitado, testemunhando a fé de forma concreta.

Que o amor nos desperte e nos apresse sempre para fazer o bem, para dar o perdão, para partilhar e para edificar a paz em nossos lares e na sociedade. A ressurreição acontece quando ajudamos uns aos outros a carregar a cruz de cada dia, superando as diferenças como irmãos.

Neste mundo tão machucado pela discórdia, que nossas famílias sejam um grande sinal do Cristo Ressuscitado, e cada um se esforce para que Ele continue vivo através de nossos gestos de fraternidade e amor!

Feliz e santa Páscoa!

Deus abençoe as nossas famílias! 

Padre Guilherme Schmidt é pároco da Paróquia São Patrício, em Itaqui (RS). Graduado em Filosofia e Teologia, pós-graduado em Bioética e Pastoral da Saúde e em Mediação e Acompanhamento Pastoral de Famílias. Gosta de chimarrão, de ler e de escrever como forma de estar em paz e de expressar seus sentimentos.

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

error: Ação desabilitada