(Acho que) ele é autista. E agora?

Artigos Recentes

Por Marília Beatricci Pagio

Receber o diagnóstico de autismo não é nada fácil. A família se sente perdida, angustiada, com medo. São muitas as dúvidas: “O que será dele no futuro?”, “Será que ele vai falar?”, “O que posso fazer para ajudá-lo?”.

Reflita e responda sinceramente: você sabe o que é autismo?

Muitas pessoas não sabem. E é a falta de conhecimento que gera os sentimentos de medo e ansiedade. É normal se sentir assim ao lidar com o “fantasma desconhecido”. Se este é o seu caso, mantenha a calma, respire fundo e leia este artigo até o final.

Entenda o autismo

Pessoas autistas têm dificuldade na comunicação e na interação social, além de comportamentos e interesses restritos e repetitivos. Falando assim fica difícil entender, mas vou explicar tudo a você tim-tim por tim-tim.

Comunicação social é a nossa habilidade de informar e receber informações. Alguns autistas não falam, mas se comunicam através de gestos, escrita ou imagens. Outros autistas falam, mas têm dificuldade de explicar o que estão sentindo e pensando. Eles também podem não entender o que os outros querem dizer, especialmente quando usam metáforas, ironias e piadas.

Interação social é, como o próprio nome diz, interagir, viver em sociedade. A todo tempo observamos o que está acontecendo ao redor, imaginamos o que as pessoas esperam de nós e respondemos sem nenhum esforço. Os autistas costumam ter dificuldade nessas interações, não sabendo como devem agir em cada situação.

Tenho certeza de que você já viu um autista enfileirando objetos, assistindo ao mesmo vídeo repetidas vezes ou girando os braços. Estes são exemplos de comportamentos e interesses restritos e repetitivos. Parece que as coisas novas não são interessantes e que eles preferem repetir o mesmo assunto ou movimento várias vezes, sem se cansar.

Cada autista é único

Autismo
Freepik.com

Depois de conhecer o autismo, é necessário conhecer o SEU autista. Ele pode ter dificuldade em português, mas ser muito bom em matemática. Ele pode não se interessar nem um pouco por futebol, mas saber tudo sobre marcas de aparelhos de ar-condicionado.

O autismo não é igual para todos os autistas. Cada autista é único, assim como cada pessoa é única. Você precisa olhar além do autismo, buscar o que ele gosta e quais são as dificuldades que precisam ser superadas.

Se ele tem atrasos na fala ou dificuldade de comunicação, procure um profissional da fonoaudiologia. Se ele tampa os ouvidos quando se assusta com um barulho, se incomoda com as etiquetas das roupas e se alimenta mal, procure avaliação de um terapeuta ocupacional especialista em integração social. Se tem muitos problemas de comportamento, como chorar e fazer birras, um psicólogo comportamental pode ajudá-lo. Observando e conhecendo as características do seu autista, fica mais fácil procurar os profissionais certos.

E não se esqueça de conhecer também o potencial do seu autista. Se ele gosta de música, carrinhos ou tecnologia, incentive-o! Autismo não é só sobre limitações. O céu é o limite.

O autismo não é o fim

É só o começo de uma nova história… Talvez você esteja descobrindo que ele é diferente do que você esperava. Isso não faz dele melhor nem pior, apenas diferente. Busque informações e aprenda a lidar com essa diferença.

Assim como você, muitas pessoas ainda não sabem o que é o autismo. Por isso, seu autista vai precisar de você. É seu papel é ajudá-lo a se desenvolver da melhor maneira possível e também o de mostrar para as pessoas que ele é muito mais que o autismo dele. Conheça o autismo. Conheça o seu autista. Aprenda o que precisa fazer por ele. Assim, o “fantasma desconhecido” vai parar de lhe causar medo e você verá que é possível alcançar um final feliz.

Marília Beatricci Pagio é psicóloga especialista em Transtornos do Espectro Autista e coordenadora da Céu Psicologia, atuando em atendimentos a pessoas com autismo, mediação escolar e orientação de pais. Instagram: @marilia.ceupsicologia

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

error: Ação desabilitada