Já sou assinante!

Ainda não é assinante?

Identifique-se para ganhar mais 2 artigos por semana!

ou

ou Assine Já

Ao professor – mestre do “esperançar” – reconhecimento e gratidão

Ao professor – mestre do “esperançar” – reconhecimento e gratidão

Dia do Professor
Pexels.com/ Max Fischer

Uma homenagem pelo Dia do Professor, 15 de outubro

Por Amaro França

Neste momento em que estou “tecendo” as linhas de pensamento para a produção deste artigo, viajo no tempo… E, nas minhas memórias afetivas como estudante e eterno aprendiz, surgem imagens de professoras e professores tão queridos ao meu coração, aos quais serei eternamente agradecido. 

Agora que me conecto a você, querido leitor, o convido a fazer esta breve experiência. Busque em suas lembranças (se quiser, pode fechar os olhos por alguns instantes) e lembre-se de um(a) professor(a) – ou mais – que o marcou de forma significativa, deixando marcas positivas em sua vida.

Recorde os seus gestos, a forma que falava ou como dava aula, mas tente deixar fluir em seu coração, principalmente, um sentimento de gratidão por tal profissional que fez a diferença em seu existir.

Muito provavelmente, você não vai se lembrar do conteúdo que ensinou, mas sim da forma carinhosa que o tratou, ou do limite necessário que lhe impôs, das suas palavras de incentivo, do olhar que o empoderou quando mais precisava – um olhar que o fez se sentir importante, que o fez superar seus medos e seguir em frente… Eis o(a) professor(a)!

Mergulho nas fontes

Buscando a raiz etimológica da palavra “professor”, identificamos que vem do latim professus, cujo significado é “aquele que declarou em público”; essa terminologia está ligada ao verbo profitare, que, em nossa língua portuguesa, gerou a palavra “professar”, ou seja, declarar publicamente, afirmar perante todos. Por conseguinte, a palavra “professor” está vinculada à palavra “profissão”, pois toda profissão precisa de um professor.

Avançando um pouco o olhar histórico além da raiz etimológica da palavra “professor”, vamos identificar um dia memorável – o dia 15 de outubro –, data que será o marco para celebrar essa profissão, o “Dia do Professor”. Historicamente, foi no dia 15 de outubro de 1827 (um dia consagrado à doutora da Igreja Santa Teresa d’Ávila) que o então Imperador Pedro I baixou um Decreto para criar o Ensino Elementar no Brasil. Esse Decreto basicamente determinava que “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”; também descrevia o que os alunos deveriam aprender, como os professores deveriam ser contratados e, ainda, fazia referência a seus respectivos salários. Mas foi apenas cento e vinte anos depois do Decreto de 1827 que um professor de São Paulo teve a ideia de transformar a data em feriado.

Como nasceu o Dia do Professor?

Um professor paulista chamado Samuel Becker, em 1947, teve a ideia de transformar a data 15 de outubro em feriado, em referência ao Decreto de D. Pedro I. Naquele 1947, o segundo semestre teria um ano letivo muito longo. Literalmente cansados, um grupo de quatro professores, liderados por Becker, teve a ideia de organizar um dia de folga para amenizar o cansaço e, também, para analisar os “rumos” do tempo que restava para o término do ano letivo.

Maçã
Pixabay.com/ Stevepb

E assim surgiu a ideia de um dia de congraçamento, de confraternização, em que as crianças levaram doces de casa para a escola e presentearam seus professores, como forma de prestar-lhes homenagens. Naquele dia (15 de outubro de 1947), num discurso proferido pelo professor Becker, registra-se uma frase memorável: “Professor é profissão. Educador é missão”. 

A ideia de celebrar esse dia foi um sucesso e, assim, no ano de 1963, por um Decreto Federal do então Presidente da República João Goulart, foi instituído oficialmente no Brasil o “Dia do Professor”, em 15 de outubro. O próprio Decreto manifesta a essência desse dia e o sentido do feriado: “Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias”.

Infelizmente, ao longo dos últimos anos, enquanto sociedade brasileira, parece termos andado na contramão do Decreto e, por muitas vezes, com nossas ações ou omissões, corroboramos a “desconstrução” da profissão do professor – no tocante ao seu reconhecimento, à sua autoridade, à autoridade do “poder” da docência. Esse fator passa por vários elementos, que vão desde a condição de trabalho, do seu reconhecimento, até a sua valorização financeira. Mas, também, há elementos relacionados ao próprio professor, de reconhecer seu valor de ser capaz de fazer a diferença na sociedade.

Necessidade do empoderamento da docência

O empowerment do professor tem aspectos que são de ordem estrutural, macro e política, mas também de ordem da dinâmica pessoal, sob a qual deve se sentir empoderado, pois é ele quem, através da sua profissão, do seu fazer, impacta seus alunos e a sociedade como um todo.

Professores(as) que, mesmo em meio à pandemia, foram capazes de se reinventar, de se adaptar, de aprender o uso de ferramentas, apropriando-se de novas tecnologias, para que, através do ensino remoto emergencial, possibilitassem aprendizagens e, mesmo com todos os limites das telas, pudessem “tocar”, deixando “marcas” de conhecimento, de afeto, de cuidado e de esperança em seus alunos (aprendizes).

Como afirmava o grande mestre Paulo Freire: “É preciso ter esperança, mas ter esperança do verbo esperançar; porque tem gente que tem esperança do verbo esperar. […] Esperançar é não desistir! Esperançar é juntar-se com outros para fazer de outro modo”. Esperançar, assim, é valorizar a pessoa e a profissão do professor na promoção de uma educação plena para todos. Professor(a), reconhecimento, gratidão e parabéns pelo seu dia!

Amaro França é escritor, palestrante e gestor educacional, autor do livro Gestão Humanizada: liderança e resultados organizacionais, da Ed. Ramalhete e Educação em pauta, da Editora Paulinas. Apaixonado pela educação, gosta de escrever, tendo como propósito impactar positivamente as pessoas com suas ideias, liderança e trabalho.

Artigos Recentes

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

error: Ação desabilitada