Uso consciente da água

Mauri Helme

Ela é fonte de vida para todos os seres vivos na Terra. Vamos preservá-la?

Por Veronica Firmino e Mauri Helme

A água é um bem comum

A água é um presente de Deus para toda a humanidade. Ela é fundamental para a preservação de todos os seres vivos na Terra. Todas as pessoas têm o direito à água, mas sabemos que, infelizmente, em alguns lugares do Brasil e do mundo, muitas pessoas não têm água suficiente para as necessidades básicas de um dia: beber, cozinhar, usar para a higiene pessoal, para as plantações e para limpeza dos ambientes. Enquanto muitos desperdiçam, outros não têm sequer água potável para matar a sede.

Por isso, a importância de nos educarmos para o uso consciente da água e ensinarmos o mesmo para as crianças. Simples gestos como fechar a torneira enquanto escovamos os dentes, desligar o chuveiro ao se ensaboar, lavar o carro utilizando um balde e usar vassoura e pano úmido para limpar o chão, e não a mangueira, são atitudes simples que ajudam a preservar e a economizar água.

O maior rio do mundo

O Brasil tem imensos rios e reservatórios de água doce espalhados por todo o país. O mais importante deles é o rio Amazonas, que nasce na Cordilheira dos Andes e fica na região Norte do Brasil. Ele é o maior rio de água doce do mundo. Muitas regiões do Brasil são riquíssimas em água doce.

Mas, apesar disso, no Brasil temos muitas cidades que não dispõem desse benefício em abundância. No Nordeste do país e em outras regiões, a água é escassa. Chove muito pouco e há grandes períodos de seca.

As pessoas não têm água encanada. Precisam da ajuda dos governos e de ONGs para criar cisternas, reservatórios para guardar água, trazida de outras regiões, por “caminhões pipa”, para o consumo diário. E, hoje em dia, a falta de água se dá não apenas nos sertões afora, mas também nas grandes cidades, que já não dão conta de distribuir água potável para tanta gente, pois a poluição das grandes indústrias e a ação irresponsável de muitas pessoas que não preservam a natureza contaminam as fontes, os rios, os lagos e tantos reservatórios naturais de água.

A água é fonte de vida

A água faz parte da vida das crianças. Pela experiência mais próxima delas de estar no ventre materno, envolvidas pelo líquido amniótico, sentem uma proximidade muito grande com a água.

Por isso, a água exerce um poder muito grande na vida delas: ela envolve, acalma, energiza. As crianças amam brincar na água e com a água. Podemos envolvê-las nessas brincadeiras, despertando a consciência da necessidade de cuidar dela, de preservá-la, para que não falte a ninguém, pois a água é fonte de vida para as pessoas, os animais, a natureza, para todo o planeta Terra.

Em casa ou na escola podemos promover diversas experiências com a água, e, por que não, quando possível, permitir que as crianças sintam a chuva e percebam os pingos de água molhando o seu rosto, ouçam o barulho da chuva fina, quando ela engrossa etc. Aproveitar para explicar a “formação das nuvens”, como a água “cai do céu”, molha a terra, enche os rios, rega as plantas e depois volta para o ar. Com as crianças um pouco maiores, podemos falar dos estados físicos da água: sólido, líquido e gasoso.

Cuidando da água

Podemos ensinar também sobre o uso consciente da água, por exemplo: juntar água da chuva para limpar o chão, lavar o carro ou regar as plantas que ficam dentro de casa.

Vale sempre lembrar que, mais do que falar, nós adultos precisamos dar o exemplo, pois as crianças “copiam” as nossas atitudes. Vamos cuidar bem da água para que ela não falte a ninguém. Motive as crianças a fazer uma prece agradecendo a Deus pelo dom da água.

Uma brincadeira divertida que as crianças amam é fazer bolhinhas de sabão. Na internet você encontra diversas dicas para fazer um aro, ou usar um barbante, e preparar o líquido com pouca água, detergente ou sabonete líquido. Escolha um lugar adequado, para que as bolhas não caiam sobre as plantas, e boa diversão.

Dica

Lembrar as crianças sobre a necessidade de sempre lavar as mãos com água e sabão antes de tocar os olhos, o nariz e a boca, bem como depois das brincadeiras e antes das refeições. Vamos assistir ao clipe da canção Lave as mãos, com Bellinha a Ovelhinha.

Caça-palavras

Vamos ajudar a Bellinha a caçar “água”? Encontre as palavras: fontes, cachoeiras, nuvem, água, lago, oceanos, chuva.

Mauri Helme

Verônica Firmino é membro da Congregação das Irmãs Paulinas e produtora da gravadora Paulinas-COMEP. Gosta muito de ler, de escrever e de compor canções para crianças de todas as idades.

Mauri Helme é ilustrador, quadrinista e animador. Já produziu trabalhos para estúdios no Brasil, na Europa e nos Estados Unidos, além de ser o responsável pela arte e pela animação dos clipes da Bellinha a Ovelhinha.

Artigos Recentes

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

error: Ação desabilitada