Sapato encantado

Por Natividade Pereira

Os primeiros sapatos foram inventados pelo ser humano pré-histórico. Há 10 mil anos a.C. os sapatos eram feitos de palha e madeira. Já no antigo Egito, eram produzidos de papiro e fibras de palmeiras. Serviam também para indicar a classe social de uma pessoa, ou seja, eram utilizados como sinal de ostentação e riqueza. 

Os escravos não usavam sapatos, somente após sua liberdade. Os trabalhadores, camponeses, militares, nobreza, faraós os colocavam apenas quando saiam às praças.  Eram feitos de couro, folhas verdes, madeira, tecidos e, hoje, de materiais sintéticos.

A história dos sapatos femininos atravessou décadas, influenciou sociedades, culturas, pensamentos e ideologias. Eles possuem uma linguagem própria, com suas formas, cores e texturas. 

Dependendo do tipo e do estilo do sapato, eles transmitem elegância e comunicam em uma relação. É curioso notar que durante grande parte da história da humanidade, os sapatos ficavam escondidos debaixo dos grandes volumes das saias das mulheres. Hoje em dia, quando os sapatos estão gastos vão para a reciclagem.

Vamos reciclar juntos e enfeitar os nossos espaços? Deixe aqui a sua história com o uso dos seus sapatos.

Materiais necessários 

  • Um sapato desgastado
  • Tinta preta e branca
  • Pincel
  • Tinir
  • Um par de luvas
  • Uma plantinha com flores
  • 20 cm de tecido vermelho

Modo de fazer

Pegue um sapato, aquele que iria para o lixo, pinte de preto, espere secar por 12 horas, e com a ponta do pincel faça os pontilhados de bolinhas brancas. Espere secar, coloque um quadrado de tecido vermelho, insira a planta com flores no centro e, assim, vamos deixar o nosso ambiente ainda mais encantado.

Natividade Pereira é artista plástica e cientista da religião. Autora de cinco livros, entre eles Brinquedoteca: jogos, brinquedos e brincadeiras e Enfeites, presentes e ideias para o Dia das Mães, publicados pela Paulinas Editora. Ministra oficinas de artes em diversas regiões do Brasil. Com sua criatividade, tudo o que toca vira arte!

Artigos Recentes

1 COMENTÁRIO

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

error: Ação desabilitada