Encontro com o Ressuscitado

Cathopic.com

Por Nucap 

Como encontrar o rosto de Cristo Ressuscitado no cenário atual? Somente a fé na presença invisível e silenciosa do Amor incondicional de Deus pode nos revelar o rosto do Ressuscitado, que continua a ter rasgos humanos nos rostos invisíveis de nossos irmãos que ganham voz concreta, hoje, através do e-mail, do WhatsApp, do celular etc.

A internet nos oferece fantásticas possibilidades de encontro, de solidariedade, de diálogo, que nos permitem anunciar como Madalena: “Vi o Senhor! E ouvi o que ele me disse” (cf. Jo 20).

Maria Madalena, que já seguia Jesus e que chorou aos pés da cruz, não se entrega à decepção ou ao medo. Vai com fé ao sepulcro. Olha dentro, mais profundo. Vê anjos. Observa. Pergunta. Dialoga.

Depois, vê Jesus, mas não o reconhece, pensando ser o jardineiro. 

– Mulher, por que choras? Quem você procura?

– Senhor, se tu o tirastes, dize-me onde o pusestes e eu o irei buscar. 

– Maria!

Ela o reconhece.

– Mestre!

– Não me retenhas, porque ainda não subi a meu Pai, mas vai a meus irmãos e dize-lhes: “Subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus”.

A partir deste encontro íntimo, Madalena começa um percurso de fé audacioso. Vai aos discípulos e anuncia a alegre mensagem central da Páscoa: “Ele venceu a morte!”.

O Papa Francisco repete essa experiência ao afirmar que: “A alegria do Evangelho enche o coração e a vida inteira daquele que se encontra com Jesus. Com Jesus Cristo, renasce sem cessar a alegria” (EG 1).

Para refletir

O que nos toca é o que acontece em nós, o que experimentamos. O que se passa alheio a nossa experiência não toca nosso ser, nossas emoções e atitudes. A cada dia se passam muitas coisas ao nosso redor, porém, ao mesmo tempo, quase nada nos acontece. Somos induzidos a banalizar valores fundamentais. Parece que tudo o que se passa está organizado para que nada nos aconteça de fato. Por quê? 

Cathopic.com

Descobrir o rosto do Ressuscitado nos relatos de dor, alegria, conquistas e gestos de nossos irmãos é dar lugar ao Evangelho; anunciar que o Amor incondicional está vivo; que o bem, traduzido em amor, perdão, justiça, solidariedade… nos faz felizes.

“Quem encontrou Jesus Cristo, o conheceu, sentiu-se por ele conhecido, reconhecido, respeitado, amado e perdoado – e este encontro sensibilizou-o em profundidade, enchendo-o de uma alegria nova, de um significado renovado para sua vida –, esse comunica, deixa transparecer e transmite para outros essa novidade…” (Papa Francisco).

Para orar

“Fica conosco, pois já é tarde e a noite vem chegando” (cf. Lc 24,29).

Assim oraram os discípulos de Emaús. Quando oramos, damos oportunidade para que Jesus entre em nossa casa, sente-se à mesa conosco, penetre com sua força humanizadora nos nossos problemas, crises, medos, esperanças e relacionamentos. Deixe-o sentar-se ao seu lado e perguntar: “O que procuras? Por que choras? Vai ao teu irmão”.

Para escutar: (Quem chorou?! Ir. Miriam – CD Tudo por causa de um grande amor

Para viver

“A alegria do encontro com Cristo nos impele a partilhar com os outros a beleza da fé,” afirma o Papa Francisco.

O encontro com o Senhor renova-se cada dia na caminhada perseverante, seguindo os sinais de Deus, o que mantém viva nossa fé e nossa caridade. Não pelo medo estéril do castigo, de uma condenação, mas para que nossas atitudes reforcem o projeto de Jesus Cristo: “Eu vim para que todos tenham vida, e vida em abundância” (cf. Jo 10,10).

NUCAP (Núcleo de Catequese Paulinas) tem o objetivo de captar não só agentes multiplicadores locais, sintonizados com o projeto editorial: professores de Bíblia, liturgia e catequese, como também catequistas experientes e com alguma especialização na área bíblico-litúrgica, para atender à necessidade de apresentar os títulos publicados, acompanhar as etapas após a adoção das coleções, estabelecer parcerias em cursos com dioceses e paróquias e divulgar os cursos EAD em catequese. Acesse Paulinas Cursos e confira!

Artigos Recentes

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

error: Ação desabilitada