Cristo, nossa Páscoa, está ressuscitado!

Johan-Cathopic

Por André Luiz Gomes e Ana Luiza Soares

A festa das festas. O momento mais especial na vida dos cristãos. Hora de celebrar com alegria o amor de Deus, que se oferece a cada um de nós para nos libertar das escravidões da morte e do pecado, e, dessa forma, abrirem-se as portas do céu para nós. Chegamos à Páscoa – um tempo litúrgico que celebramos todos os dias até a solenidade de Pentecostes.

Mesmo diante da pandemia que atinge a todos nós, talvez até com mais força do que no ano passado, este momento nos ajuda a ter os olhos voltados para o céu. Sim, pois é para este fim que fomos criados pelo Pai: para retornarmos a Ele.

Maria Madalena e as outras mulheres visitam o túmulo “no primeiro dia da semana” (cf. Jo 20,1-9). Jesus Cristo é quem dá início a um novo tempo, a uma vida nova. Este momento nos pede que olhemos para dentro de nós e percebamos aquilo que nos afasta desta vida, deste projeto que Deus tem para nós. 

Celebrar a Páscoa é muito além do que o consumismo nos propõe. É poder desfrutar da intimidade que construímos com Jesus Cristo durante a Quaresma. 

Pode ser que em algum momento estejamos com os olhos fechados para os milagres cotidianos que Deus tem realizado em nossas vidas, principalmente porque andamos tão preocupados com o exterior, com a carreira, com uma felicidade que o mundo nos prega. No entanto, é preciso estarmos atentos para enxergar os sinais dessa vida nova que Cristo quer nos dar por meio da sua ressurreição. Não nos paralisaremos diante do medo e das incertezas do dia a dia. Jesus está conosco e nos precede na Galileia!

Páscoa em família: Igreja doméstica

Em 2020, tivemos a oportunidade de celebrar este momento em família, pois as igrejas estavam fechadas. Após acompanharmos a vigília pelos meios de comunicação, nos reunimos com as crianças na nossa Igreja doméstica para apresentarmos cada um dos sinais que compõem esta festa tão especial e celebrarmos juntamente com toda a Igreja espalhada pelo mundo inteiro. Foi inesquecível!

Fauxels-Pexels

Como neste ano o tempo litúrgico segue até 23 de maio, é possível utilizar todo o período para reforçar com nossos filhos alguns ensinamentos sobre os símbolos que fazem parte deste momento. Isto porque somos os primeiros catequistas deles, como nos diz o Catecismo da Igreja Católica: “Os pais são os primeiros responsáveis pela educação de seus filhos na fé, na oração e em todas as virtudes. Eles têm o dever de prover, na medida do possível, as necessidades físicas e espirituais de seus filhos” (n. 2252).

Compartilhamos alguns dos símbolos pascais:

Círio Pascal: lembra-nos de que Cristo é a nossa luz diante deste mundo que vive na escuridão. Só será apagado em Pentecostes.

A Cruz: lembra-nos do martírio que Cristo passou por nós para nos garantir a vida eterna.

Flores: deixam o ambiente mais alegre. É vida!

Pão e vinho, que foram comungados espiritualmente: é o nosso banquete.

Liturgia da Palavra de Deus: faz-nos recordar todas as maravilhas que Deus fez e ainda faz por nós, que somos o seu povo.

Passagem

A origem da palavra páscoa, que vem do hebraico, significa passagem. Da mesma forma, peçamos ao Senhor que nos conceda a alegria de o vermos passando em nossas vidas, seja nos momentos mais calmos, seja nos mais difíceis. Além disso, não esqueçamos de que a morte não triunfa mais sobre nós. A vida, que é Cristo, é maior que todos os nossos problemas.

Cristo ressuscitou! Feliz Páscoa!

André Luiz Gomes é comunicador e aproveita os momentos com a família para cozinhar e trazer novos sabores para casa.

Ana Luiza Soares é professora, gosta de contar histórias e a cada dia tenta se reinventar. Juntos compartilham as tarefas de casa e os cuidados com os filhos, com erros e acertos, sempre sob o olhar da Virgem Maria e de São José.

Artigos Recentes

Deixe seu comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

error: Ação desabilitada